terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Liderar não é Coisa Para Criança



 Por Marcos Aurélio dos Santos

Alguns de nossa liderança ainda caminham engatinhando como meninos de colo. Não tem os pés firmados no chão e não sabem bem para onde vão. Na sua fragilidade,  precisam da orientação dos pais para caminhar. Revelam um comportamento infantil e débil. Confundem liderar com dominar, preferem a auto-sustentação em vez do serviço ao próximo. Determinam a ultima palavra em detrimento do diálogo, não admitem ser questionados demonstrando sua soberba, aborrecendo assim a humildade. Desejam que seus pés sejam lavados em vez de lavar os dos outros.

Para abandonar as coisas de menino é preciso aprender com Jesus de Nazaré. O Líder servo, o do caminho, o Servo sofredor, da partilha, da comunidade. O Deus que em sua encarnação veio em forma de Servo.

Nunca desejou ostentação, mas como ele mesmo disse, Não vim para ser servido, mas para servir e dar a vida a favor de muitos. Deixar o comportamento infantil implica em não ver o ambiente de liderança como um espaço de disputa para ostentação e poder, mas uma oportunidade dada por Deus para servir ao próximo. Liderar deve ser por amor, pois este vence tudo, doa-se, suporta, perdoa, ensina, caminha junto e não busca seus próprios interesses, mas os dos outros.

Liderar com maturidade é compreender de forma clara que o discipulado não é para formar seguidores para si, mas discípulos de Cristo. Não são forjados para serem obedientes a um sistema religioso, mas chamados para a fidelidade a Cristo e sua missão.

Oremos por uma Liderança servidora, que aborrece a ostentação, a egolatria e o poder, mas que segue aprendendo no o exemplo de Cristo, nosso modelo perfeito de liderança serva.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário