sábado, 22 de fevereiro de 2014

Jesus de Nazaré: Serviço e Amor Sacrificial

Por Marcos Aurélio dos Santos


Cristo em sua encarnação cumpre todo o plano redentor de Deus. Sua vida sacrificial e ministério de serviço ao próximo expressa de  maneira pertinente o amor de Deus pela humanidade. Ele Esvazia-se do Deus da glória para se tornar o servo sofredor e humilde. O Jesus de Nazaré que acolhe o pobre, cura os cegos, liberta os cativos das correntes da escravidão e os oprimidos dos calabouços da opressão dos poderosos. 

Chama as crianças para dizer a elas que o Reino de DEUS lhes pertence, e, desafia seus discípulos a serem como uma delas. Anuncia as boas novas de Salvação dizendo que é chegado o Reino de Deus e que a exigência para entrar e ver o Reino é nascer de novo.

Diz aos ricos que parem de acumular para que haja igualdade e os desafia ao exercício da partilha pois ninguém pode servir a dois senhores, a Deus e ao dinheiro. Deve-se aborrecer um para o amar outro.

Em um gesto de humildade toma uma bacia e uma toalha e lava os pés dos discípulos ensinando-os o pré-requisito para ser líder, pois aquele que não está apto para servir ainda não aprendeu a liderar, pois liderar é apontar Cristo para as ovelhas, e isto requer serviço ao próximo.

Exerceu o reinado na convivência pois viveu entre os pobres, marginalizados e oprimidos pela sociedade. Não era o Rei do palácio mas das ruas, das periferias, dos becos, da beira da praia, das mesas de pecadores, o Rei que viveu entre os desprovidos e necessitados. É chegado o Reino de Deus! 

Recebeu status de profeta pois sua fala era denunciadora ante a falta de justiça, fez valer o oficio dos profetas Hebraicos que falavam em nome de Deus, chamando o povo ao arrependimento e denunciando as injustiças para com os desfavorecidos.

Em seu ministério trouxe dignidade para as mulheres, figura discriminada em todas as culturas do mundo, dando a elas o direito de ser gente, devolvendo-as os direitos que lhes foram tirados.

Foi submisso ao Pai até a Cruz em cumprimento à missão que lhe foi designada. Negando sua própria vontade para fazer a daquele que lhe enviou.

Jesus de Nazaré, o Deus encarnado, manifestando o amor de Deus à humanidade em serviço e amor sacrificial.

 Teu é Reino Eternamente, Amém.




Reações:

0 comentários:

Postar um comentário