terça-feira, 16 de julho de 2013

O Início de Tudo

Por José Egberto Sátiro                           
O começo do mundo é contado em um livro divino, o Gênesis. Foi escrito por Moisés, sob a inspiração de Deus. Moisés é o mais antigo historiador, o mais sublime filósofo e o mais sábio legislador. A Bíblia afirma que no princípio criou Deus os céus e a terra, e a terra era sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava sobre as águas Gn:1:1-2, em todo capítulo primeiro, percebemos que havia o caos e Deus foi criando todas as coisas pela sua palavra e de forma organizada cronologicamente. No capítulo 2:1-2, a Bíblia diz que ele terminou toda a sua obra no sétimo dia e descansou de todas as suas obras que houvera realizado.

No entanto, sem querer entrar nas questões teológicas acreditamos que em todo livro, o propósito é tratar de “princípios”. Nem uma razão existe para estabelecermos uma data para a criação do mundo; ou o universo, muitos cristãos aceitam a estimativa de uma idade extremamente antiga para o universo. Bem! Pode ser que milhões de anos tivessem transcorrido entre os versos do capítulo 1: de Gn: versos 1-2 Conferir 2ª Pedro 3:8 e Hb 11:3. Com quanto a partir do verso quatro do capítulo dois, o Senhor faz um resumo de como era a terra, e de como foi organizando. Pois bem. No começo da humanidade, Deus criou Adão e Eva, o primeiro casal humano, então formou Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou em suas narinas o fôlego de vida.

O homem passou a ser alma vivente Gn: 2.7. Também disse Deus: “Não é bom que o homem esteja só: far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea” (Gn. 2.18), “de modo que o Senhor Deus fez cair pesado sono no homem, e este adormeceu: e tomou uma das suas costelas e fechou o lugar com carne” Gn. 2.21. Com a costela que o Senhor Deus tomara ao homem, transformou-a numa mulher e lha trouxe a Adão Gn. 2.22. Nesse tempo não havia ainda nenhuma planta do campo na terra, pois ainda nenhuma erva do campo havia brotado; porque o Senhor Deus não fizera chover sobre a terra, e também não havia homem para lavrar o solo. Gn. 2.5; mas uma neblina subia da terra e regava toda a superfície do solo Gn. 2.6.

Portanto é deles que descendem todos os homens. Ambos viviam num lugar de delícia chamado o paraíso terrestre, ou Éden, de onde foram expulsos por desobediência a Deus. Eles tiveram muitos filhos; três deles ficaram mais célebres Caim, Abel e Set, por inveja Caim assassinou seu irmão Abel o piedoso, depois não quis se arrepender-se e foi amaldiçoado por Deus. Vejam o texto: És agora maldito por sobre aterra cuja boca se abriu para receber de tuas mãos o sangue do seu irmão. Quando lavrares o solo, não te dará, mais a sua força; fugitivo e errante serás pela terra Gn 4.11-12. Pois bem, os descendentes de Caim foram perversos como ele e chamado filho dos homens; Set herdou a piedade de Abel e seus filhos mereceram o título de filhos de Deus por causa das virtudes que praticaram.

Com quanto, Tanto os filhos de Deus como os filhos dos homens, se perverteram causando a corrupção do gênero humano. Vejam o que diz Gênesis 6.1, como se foram multiplicando os homens na terra, e lhes nasceram filhas, vendo os filhos de Deus, que as filhas dos homens eram formosas, tomaram para si mulheres, as que, entre todas, mais lhe agradaram. Então a corrupção foi tão grande que Deus se arrependeu de haver feito o homem na terra, isso lhe pesou no coração Gn. 6.6.Disse o Senhor: Farei desaparecer da terra o homem que criei o homem e o animal, os repteis e as aves dos céus; porque me arrependo de haver feito. 

Porém diante de toda essa corrupção Noé achou graça diante do Senhor, pois Noé era homem justo e integro entre os seus contemporâneos; diz a Bíblia que Noé andava com Deus, Genesis 6.9; Gn, 6.11 afirma que a terra estava corrompida a vista de Deus e cheia de violência. Então viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque todo ser vivente havia corrompido o seu caminho na terra.

Por ordem de Deus, Noé construiu a arca na qual se refugiou com sua família e vários casais de todas as espécies de animais. Então, choveu quarenta dias e quarenta noites, a água inundou toda terra e afogou tudo que tinha fora da arca. No fim de cinco meses, a arca parou no monte Ararat, na Armênia; Noé saiu da arca e ofereceu um sacrifício de gratidão ao Senhor Gn 8.20 o mesmo lhe prometeu não mandar mais dilúvio a terra e lhe deu o arco-íris como sinal de aliança Gn 9.16-17.

Pois bem, os filhos de Noé foram: Sem, Cam, e Jafét, que se estabeleceram na planície de Sinnear na Mesopotâmia, entre os rios Tigre e Eufrates esses dois braços de rios fazem parte do rio que nascia no jardim do éden Gn 2: versos 8-14. Naquele tempo havia uma só linguagem e uma só maneira de falar Gn 11.1; mais uma vez o povo esqueceu-se de Deus e resolveram erguer uma torre tão alta que atingisse o céu Gn: 11:1-9. A fim de castigar tamanha soberba o Senhor confundiu-lhe a linguagem os quais foram obrigados a separar-se. Aquele triste monumento de vaidade recebeu o nome de Babel ou confusão. Daquela época cerca de dois mil anos antes de Cristo é a data da dispersão dos homens e o começo de três grandes raças a Semítica, a Camítica e a Jefétitica.

Os filhos de Sem estenderam-se pela Ásia, os de Cam foram para a África e os de Jefet povoaram a Europa. Sendo assim a primeira sociedade é a família; depois vem a tribo e as nações. As três grandes raças humanas são A raça branca, a amarela e negra. A raça branca se reparte em Jafetitas, que são os Hindús, Persas, Gaulêses, Gregos, Italiotas,  Germanos e Slavos. Já os Semitas se distribuem em Assírios, Babilônios, Judeus, e Árabes. Enquanto os Camitas se dividem entre Egípcios, Etíopes, e Núbios. E a civilização começou no oriente e foi para o ocidente.

O princípio da criação foi assim de forma mais cronológica. No princípio criou Deus os céus e a terra, a terra estava sem Forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava sobre a face das águas Gn.1.1-2. Como vemos a Primeira criação que Deus fez foi os céus e a terra já que havia apenas trevas ou o caos. Além de fazer, organizou criando toda uma estrutura como nos mostra o capítulo primeiro de Genesis. Isso aconteceu numa sequencia cronológica.

Deus chamou a expansão de céus. Gn.1.8; o ajuntamento das águas de mares Gn.1.10; a porção seca chamou terra Gn.1.9; a porção seca produziu todos os tipos de ervas conforme a sua espécie para o mantimento cotidiano Gn.1.11-13; na expansão Deus criou todos os luminares Gn.1.14; os dois maiores, um para iluminar o dia e outro para iluminar a noite, Gn.1.14-16; na porção dos mares Deus mandou que produzissem todos os tipos de repteis e alma vivente conforme a sua criação Gn.1.19-21; Deus abençoou ordenando que frutificassem e multiplicassem para encherem as águas e a terra Gn.1.22. Na criação do homem Deus não estava só! Cada leitor tire suas conclusões Gn.1.26-27; parece ser a ultima criação de Deus no sentido cronológico embora em duas etapas, já que em Gn, no capítulo dois é nos contado como as coisas apenas aconteceram a nossa observação está sobre Gn.2.20.

Adão parece ter convivido só por algum tempo com todas as espécies que Deus criou. O escritor nos conta; mas para o homem não se achava adjutora que estivesse como diante dele e então é formada a mulher da costela de Adão. Na convivência cotidiana Adão e Eva foram tentados pela serpente que representa o maligno. A serpente perverteu o que o Senhor Deus falou. Deus ordenou ao homem dizendo de toda arvore do jardim comerás livremente; mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás, porque no dia em que comeres certamente morrerás. Gn.2.16-17. 

"Mas a serpente sendo astuta disse a mulher, é assim que Deus disse! Não comereis de toda arvore do jardim? Respondeu-lhe a mulher: Do fruto das arvores do jardim podemos comer, mas do fruto da arvore que está no meio do jardim, disse Deus: Dele não comereis, nem tocareis nele, para que não morrais". Foi assim no princípio. A serpente enganou Eva e Deus a amaldiçoou. Gn. 3.14. Em seguida, Deus lançou maldição sobre a terra por causa do homem Gn. 3.17,  consequentemente Deus amaldiçoou a Caim Gn. 4.11, e tempos depois do dilúvio Noé amaldiçoou a Ganaã filho de Cam por ter visto a sua nudez Gn.  9.25, com a nova geração de Noé Deus não amaldiçoou mais a terra Gn. 8.21.

Com relação a Caim depois que matou seu irmão Abel o texto sagrado diz que ele foi habitar na terra de Node em hebraico Exílio, terra ao oriente do Éden para onde Caim fugiu, depois do assassinato do seu irmão, Gn. 4.18, a cerca de Nod não se acha de forma alguma informações que a identifique. Porem gostaria de fazer um comentário Adão quando teve Set o terceiro filho já estava com 130 anos significa dizer que Caim e Abel foram gerados até os 129 anos de Adão Gn. 5.3, Adão teve filhos e filhas verso quatro e morreu com novecentos e trinta anos. Queremos dizer que Caim tinha no Maximo entre 65 anos a 70 anos visto que os casamentos mais precoces que encontramos na época era aos 60 anos a cima: vejam o verso 12, 15, 21, do capítulo cinco.  

Certamente essa foi á regra também para Adão e seus descendentes como vemos nos versos. Hora Certamente Caim ao chegar á terra de Node, a terra já estava povoada com outros filhos e netos de Adão já que ele teve filhos e filhas. Alem do mais a Bíblia não diz quanto tempo Caim passou para chegar a esta terra. Queremos só lembrar aos leitores que os filhos de Caim foram chamados de filhos dos homens representando os pecadores e os filhos de Set representaram os filhos de Deus e foi a mistura dessas gerações casando-se uns com os outros que cometeram pecados e mais tarde foram destruídos pelo dilúvio.

Em fim, este foi o início de tudo. Quando lemos a Bíblia e fazemos uma pesquisa de maneira mais profunda, nos deparamos com muitas questões complexas e de difícil compreensão. Entretanto, com a ajuda dos leitores em suas observações e comentários, certamente chegaremos a uma compreensão mais conclusiva sobre o tema. 

    
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário