sábado, 23 de março de 2013

Para que Servem os Dons Espirituais ?

 O Deus soberano por meio da liberalidade do Espírito Santo concedeu dons espirituais à Igreja. Nesta magnitude percebe-se a ação da trindade na distribuição dos mesmos (1 Cor. 12.1-11). Em concordância, o pai, o filho e o Espírito Santo agem motivados por um só propósito: A edificação da igreja de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Esta é vontade da trindade. O Espírito Santo assume sua missão de distribuir seus dons a quem ele quer e em tempo oportuno, age segundo o seu querer, totalmente desprendido de manipulações humanas. Todos estão debaixo de sua soberana autoridade.

Para que serve os Dons Espirituais? Estes servem única e exclusivamente para produzir edificação no corpo de Cristo. Cada membro é chamado para servir. É neste serviço que acontece o processo de maturidade da Igreja, em edificação mútua, coletiva, um por todos, e todos por um. Neste processo de encaminhamento a uma proximidade da estatura da medida de Cristo, não pode haver espírito individualista numa busca de auto edificação, mas todos deverão ser motivados a servir uns aos outros tendo como árbitro o amor.

Quem ama edifica. Os amantes do Cristo e do próximo certamente se esforçarão para gastar suas energias em benefício do outro. Não buscarão seus próprios interesses, mas sempre o do seu irmão, estes entram em concordância com a trindade a despeito da questão, não buscam os dons como meio de trampolim espiritual, a procura de promoções e status entre os irmãos. Servos dependentes da soberana vontade do Eterno, submissos, amantes do bem, aborrecedores da soberba.

A imaturidade na prática dos dons pode trazer confusão e ausência de crescimento espiritual. Cada um deve entender com clareza o propósito do Espírito Santo na ação dos dons na igreja. Nisto, evita-se os absurdos e infantilidades por parte dos membros. Não cabe neste contexto a arrogância  de tentar controlar as ações do Espírito Santo, certamente ele não nos dará permissão para isso, pois ele é soberano. Os dons em suas diversidades estão totalmente sobre seu controle e poder. Dar a quem quer e quando quer, nossa tarefa é apenas de buscá-los com zelo.

Somente a Trindade e a mais ninguém , deve ser atribuída  honra, glória e poder no exercício dos dons espirituais, a nós, basta-nos apenas a condição de servo “gr = doulos” (escravos no serviço do Reino). No serviço da palavra, da misericórdia, do apascentar, da cura, das línguas, da profecia, dos governos, tudo é serviço. Algo que não é motivado pelo desejo de servir é ilegítimo e não concorda com o evangelho. 

Então, os dons são para servir na Igreja. Todos são desafiados a viverem na dependência e liberdade do Espírito Santo, caminhando e encaminhando os demais no caminho da maturidade, no exercício da piedade, da misericórdia, na prática do bem, na edificação mútua, no exemplo da simplicidade de Jesus de Nazaré.

Ao Eterno rendemos graça e louvor por conceder dons à Igreja para sua Glória. Amém!     

Marcos Aurélio Dos Santos  
  
Reações:

4 comentários:

  1. Pastor Marcos Aurélio, a dificil missão de amar o próximo como a ti mesmo, somente que vê o proximo como Cristo o vê, e vê-lo como a si mesmo é que pode avaliar este amor, amor incondicional.Suas mensagens são simplesmente edificantes. Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Pastor Marcos Aurélio, Deus escolheu cuidadosamente e delegou dons espirituais a cada um de seus filhos. E tem pessoas abençoadas como Sr. que usa seus dons a serviço de Deus. Gosto do seu blog, é muito edificante.

    ResponderExcluir
  3. Boas palavras mestre Marcos Aurélio! Você é um homem zeloso como diz as sagradas escrituras. .....Parabéns!

    ResponderExcluir